Created with Sketch.
Marta Ramos

Damos as boas-vindas: Isabel Castro Freitas – Arte Floral

As boas-vindas de hoje são dadas a Isabel Castro Freitas – Arte Floral.

 

O atelier floral fundado por Isabel Castro Freitas, arquitecta paisagista e designer floral, alia a profunda admiração pelos elementos naturais à criatividade artística para dar origem a peças florais únicas e exclusivas para cada cliente: bouquets, acessórios e arranjos florais para casamentos e outras ocasiões especiais.

«Acredito no amor e nas suas diversas formas e as flores são uma delas. As flores e o mundo natural sempre fizeram parte do meu mundo, do meu percurso: desde o quintal florido da minha infância à casa de campo no Minho ou aos livros do Jardim de Monet que me absorviam durante tardes afim, tudo contribuiu para que tomasse a decisão de um dia me tornar Arquitecta Paisagista e criar jardins e pequenos paraísos para as pessoas.

Mais tarde, foram os casamentos que me escolheram a mim (ainda me lembro emocionada e com imensa gratidão do primeiro casal que me escolheu para florir o dia mais feliz das suas vidas) e desde então tenho descoberto que o paraíso e a alegria podem caber nas nossas mãos, sob a forma de flores.

Enquanto artista, encontrei neste sector a simbiose perfeita entre a natureza e a criatividade, na idealização e concepção de bouquets e acessórios florais totalmente personalizados para cada cliente.

Orgulho-me muito de ter seguido aquilo que o coração nos disse para fazer e hoje ter um trabalho que é mais uma forma de dar e receber amor. Desde o sorriso, à confiança, às palavras de alento e agradecimento dos nossos clientes, aos dias de desafio criativo em parceria com outros profissionais do sector, temos tido o privilégio de viver rodeados de muita beleza e emoções tão bonitas que perduram no tempo. E ainda que recente (quase a celebrar 2 anos deste projecto), é um imenso orgulho sermos já contactados nacional e internacionalmente pelo nosso estilo e sensibilidade!»

 

Flores para o cabelo, por Isabel Castro Freitas

 

 

 

 

Para mais detalhes, consultem a ficha de fornecedor seleccionado de Isabel Castro Freitas – Atelier Floral, onde encontrarão mais informação e todos os contactos. Marquem uma visita, serão muito bem recebidos e poderão apreciar ao vivo algumas das suas belíssimas criações.
E vão acompanhando as nossas publicações sobre o seu trabalho.

 

Isabel, bem-vinda ao Simplesmente Branco!

Marta Ramos

Amor no convento: uma e-session Por Magia

A Andreia e o Bruno Ribeiro, aka Por Magia, confessam-se eternos apaixonados – pela natureza, pela vida, pelos momentos vividos especialmente a dois, pelo amor. Daí se sentirem tão felizes por terem a oportunidade de juntar palavras e sorrisos e trabalhá-los cuidadosamente através de texturas, cores, tecidos e, sobretudo, através das flores. Desenham todos os detalhes do vosso dia do início ao fim, desde o bouquet à decoração. E hoje trazem-nos umas bonitas imagens (também da sua autoria) que nos contam a história de uma e-session de fim de tarde muito romântica, em Leça da Palmeira:

 

Bianca e Carlos, um casal que nos inspira desde o primeiro minuto que os conhecemos pela ternura e cumplicidade. pelos gestos e pelo sorriso verdadeiramente genuíno tanto de um como do outro. Absolutamente impossível ficarmos indiferentes à química desta tarde de Verão, desta sessão pré-casamento em que tivemos oportunidade de preparar todo o styling e design floral, bem como de fotografar confidências e gestos de amor entre eles dias antes do SIM…

O cenário das fotografias é a Quinta da Conceição, hoje um parque público, mas que começou por ser um convento franciscano, erguido no séc. XV. Claro que entretanto foi alvo de várias actualizações, nomeadamente intervenções dos arquitectos Fernando Távora e Siza Vieira – mas ainda é possível encontrar lá o antigo claustro do convento, alguns chafarizes, um portal de estilo manuelino (que pertenceu à igreja do convento) e a capela de São Francisco, o que confere ao bonito espaço uma aura particularmente mágica.

Foi aqui que a Bianca e o Carlos quiseram registar o seu brilho em vésperas do casamento, e o resultado é um pequeno álbum de memórias doces, coloridas e muitos elegantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vejam mais imagens bonitas com assinatura Por Magia na ficha de fornecedor seleccionado – onde poderão ler mais sobre a Andreia e o Bruno e a sua paixão pelas flores, por ouvir histórias e por conhecer novas pessoas.
E acompanhem todos os posts que vamos publicando sobre os seus trabalhos.

Marta Ramos

Damos as boas-vindas: Jardin d’Époque

As boas-vindas de hoje são dadas à Ema Mota Ramos e ao seu Jardin d’ Époque.

 

O Jardin d’ Époque é o jardim sazonal onde Ema trabalha diariamente para levar a toda a gente momentos e recordações floridas – desde o mimo pontual que alegra o dia e a casa, aos projectos mais ambiciosos que decoram os dias e as cerimónias especiais, como o vosso casamento.

«As flores fazem parte do meu imaginário desde sempre… Quando caminhava pelo campo com a minha mãe, colhíamos pequenas flores amarelas que depois, com agulha e linha, transformávamos em coroas, colares e pulseiras. Foi também com ela que aprendi a construir flores de papel, dálias e ervilhas de cheiro, com as quais eram forradas as estruturas que decoravam as festas populares e religiosas da aldeia. Mas foi quando me mudei para França que redescobri a sua importância. A aculturação perante a prática semanal de compra de flores, como o que acontece com as frutas e os vegetais, foi imediata. E perante a imagem constante de bouquets, descomprometidamente envolvidos em papel kraft que depois são moldados por quem os leva para casa, quis aprender mais sobre elas… Sobre o seu ciclo de vida, a sua sazonalidade e as formas como podem ser manipuladas e moldadas para nos abraçarem a alma e o coração! Com o meu regresso a Portugal, achei que estava na hora de deitar as mãos à obra e construir um projecto profissional que me enchesse as medidas. Que aliasse a minha formação académica nas áreas da arquitectura e do design aos sonhos e aos sorrisos que o florescer de uma flor provoca. O Jardin d’ Époque é esse mimo, que começa agora a ser plantado, a criar raízes e a florescer devagarinho… pensado de forma sustentada mas também muito ambiciosa.»

Acredito que são os pormenores que contam as estórias mais bonitas e que produzem memórias inesquecíveis… E por isso, orgulho-me muito de que o Jardin d’ Époque seja um projecto em que o mote são os pormenores, a proximidade e cumplicidade que pensá-los permite na relação com os meus clientes.

 

Jardin d`Époque, um fornecedor Simplesmente Branco

 

Jardin d`Époque, um fornecedor Simplesmente Branco

 

Jardin d`Époque, um fornecedor Simplesmente Branco

 

Jardin d`Époque, um fornecedor Simplesmente Branco

 

Para mais detalhes, consultem a ficha de fornecedor seleccionado do Jardin d’Époque, onde encontrarão mais informação e uma bonita selecção de imagens. E vão acompanhando as nossas publicações sobre o seu trabalho.

 

Ema, bem-vinda ao Simplesmente Branco!

Marta Ramos

Flower crush, por Bouquet de Liz

Maria do Rosário escolheu trabalhar com flores porque cresceu a ver a sua mãe decorar casamentos. Herdou não só o amor pela arte floral mas também o conhecimento. Hoje, juntamente com o marido, lidera uma equipa que presta uma ampla variedade de serviços, que inclui concepção gráfica, iluminação e concepção integral de eventos, e a sua realização decorre das emoções que o seu trabalho proporciona.

Orgulho-me de criar laços com os noivos e com as suas famílias. De proporcionar um trabalho de excelência que corresponda à expectativa de cada momento. De encarar cada casamento como único e irrepetível.

Para a Bouquet de Liz, uma festa memorável é a soma de todos os detalhes depositados em cada pormenor, feitos com todo o seu saber: não têm preferências de estilo nem impõem um gosto pessoal. Mais do que um trabalho apenas, é uma paixão. E o que concretizam resulta do diálogo com cada um dos seus clientes.

No caso do casamento que vos mostramos hoje, os noivos tinham uma ideia muito clara das cores a usar. Transmitiram-na à Bouquet de Liz e a equipa imaginou uma predominância de flores campestres, com recurso abundante a verdura; visualizou árvores dentro da igreja e peças decorativas a compor o seating plan; e rejubilou com a sugestão do casal de criarem um photobooth inteiramente composto por flores! Todas as sugestões foram bem acolhidas pelos clientes e assim se puseram mãos à obra, criando-se um ambiente flower crush romântico e com um ar espontâneo, autêntico, fresco e vivo. Confiram as fotos de João Nogueira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vejam mais trabalhos com este toque apaixonado e elegante da Bouquet de Liz nos artigos que já lhes dedicámos; e consultem a ficha de fornecedor para verem imagens bonitas e recolherem todas as coordenadas de que necessitam para entrar em contacto com a Maria do Rosário e lhe pedir que traduza o vosso sonho em flores. Ela domina o idioma, é garantido!

Susana Pinto

Bolo dos noivos, sapatos de noiva e bouquet de noiva: um trio perfeito!

Vamos às nossas escolhas de bolo dos noivos, sapatos de noiva e bouquet de noiva para o trio deste domingo?

Pois com o calor que está, fizemos um desvio para paragenes mais fresquinhas, e em vez do habitual bolo guloso de cortar  à fatia, escolhemos um delicioso e muito delicado gelado de iogurte e camomila com topping de mel salgado e pólen crocante… Já estão a salivar desse lado?

A acompanhar tão doce e fresca sobremesa, os sapatos de noiva serão umas sandálias, pois claro! Veludo azul céu com um tacão largo e bem robusto, para que não se vacile nos passos firmes! Basta juntar uma pedicure impecável com um belo verniz – a mim, com estes preparos, apetece-me um glitter dourado, como este Gucci Bold High Gloss ou este Dior Vibrato.

Fechamos o trio com um um bouquet de noiva vibrante: ranúnculos amarelos e peónias brancas com o centro também amarelo, túlipas e dedaleiras, tudo atado com um larguíssimo laço de cetim amarelo. Tão bonito!

 

Gelado delicioso em vez do tradicional bolo dos noivos

 

Sapatos de noiva: sandálias de veludo azul com tacão largo

 

Bouquet de noiva com ranúnculos amarelos, peónias brancas e dedaleira, com fita de cetim larga

 

Guloso gelado de iogurte com camomila, mel salgado e topping de pólen, a fazer a vez de bolo dos noivos, via The Kitchen Maccabe; sapatos d enoiva em versão sandálias de veludo azul com tacão largo e presilha no tornozelo, via Stradivarius, por 12,99 euros; bouquet de noiva grandioso e orgânico, com ranúnculos, peónias, túlipas e dedaleiras, atado com fita de cetim larga, via Martha Stewart Weddings.

 

Para acompanhar estes nossos trios perfeitos, basta que sigam as nossas etiquetas (a partir da homepage) ou aqui no topo do artigo: sapatos e sunday shoes; cake! e bolo; bouquet e um belo bouquet.

 

Save

Marta Ramos

Bouquet de Liz, um fornecedor Simplesmente Branco

Maria do Rosário Pinho herdou da mãe o amor às flores e com ela aprendeu as técnicas da arte floral. Hoje, juntamente com o marido, lidera uma equipa que presta uma ampla variedade de serviços, que inclui concepção gráfica, iluminação e concepção integral de eventos.
Para a Bouquet de Liz, uma festa memorável é a soma de todos os detalhes depositados em cada pormenor, feitos com todo o seu saber: não têm preferências de estilo nem impõem um gosto pessoal. O que concretizam resulta do diálogo com cada um dos seus clientes.
Mais do que um trabalho apenas, o resultado é a sua paixão.

Maria do Rosário escolheu ser trabalhar nesta área porque cresceu a ver a mãe a decorar casamentos. Aprendeu a ficar feliz com as emoções que o seu trabalho proporcionava.

Amo as flores, as luzes, as velas, o delicado. Não é o nosso trabalho, é a nossa forma de ser feliz.

Orgulha-se muito de criar laços com os noivos e com as suas famílias. De proporcionar um trabalho de excelência que corresponda à expectativa de cada momento. De encarar cada casamento como único e irrepetível. E procura inspiração em tudo: nos melhores sites sobre eventos, em desfiles e blogues de moda, na arte, em viagens… e até na sua rua.
Olhando para o futuro, Maria do Rosário vê-se a fazer o mesmo, com o mesmo entusiasmo, mas com uma estrutura mais crescida – de forma consolidada e pensada.

 

Bouquet de Liz, um fornecedor seleccionado Simplesmente Branco

 

 

 

 

ACOMPANHEM OS POSTS que vamos publicando acerca do trabalho da Bouquet de Liz e contactem-nos para falar sobre as flores e os detalhes que imaginam para o vosso dia. Encontrarão todos os contactos e informações relevantes da ficha de fornecedor seleccionado.

 

Bouquet de Liz: SB aprova!

Marta Ramos

Atenção: esta história é super romântica!

Há 10 anos, a Inês e o Nuno casaram em segredo. Estavam ainda na universidade e, como o amor deles era recente, sabiam que o mundo iria olhá-los de lado. E quem é que quer ser olhado de lado quando está feliz para lá do possível?

Só passado um ano é que a notícia foi revelada – e agora, passados 10, quiseram celebrar com flores, fotografias e um passeio pelas zonas de Lisboa que fazem parte da história do casal.

 

Pediram à Teresa, da Flor de Laranjeira, um bouquet e um acessório de cabelo com cores vibrantes. Diz a Teresa que «por ser mês de anémonas e ranúnculos a escolha foi fácil, juntámos mais uns cheirinhos da época e eis o resultado!».

Desafiaram a Raquel, da Atmosfia, para se lhes juntar no passeio pelas ruas da capital de máquina fotográfica em riste.

E os marcadores em papel são prata da casa, ou seja, In Love (sim, é essa Inês).

 

Conta-nos a Inês: «A ideia foi revisitarmos os locais que fazem parte dos nossos 10 anos: a Faculdade de Belas Artes, onde eu estudei; a Baixa e Rua da Conceição (onde demos o primeiro beijo!); Alfama, onde vivemos durante 5 anos (sem esquecer uma paragem na Ginginha); e o Miradouro das Portas do Sol, onde passámos tantas horas ainda em solteiros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um turista gritou «she said yes, she said yes!»; outra pediu para fotografar a Inês. E assim se passaram umas belas horas, a reviver momentos preciosos e a espalhar magia pelos recantos de Lisboa.

Parabéns, Inês e Nuno!