Created with Sketch.
Marta Ramos

I coffee you, por Pedro Taborda

A Filipa e o João vão casar no dia 21 de Outubro e escolheram Pedro Taborda Fotografia para registar o grande dia. Entretanto, já fotografaram a sessão de solteiros, que decorreu num cenário muito especial para a história do casal: o Starbucks. Escolheram a loja de Belém e contam-nos que apenas tiveram de agendar com a Direcção de Marketing o dia e a hora. A loja manteve-se aberta ao público, mas escolheram um horário de pouco movimento.

E porquê ali? «Vivemos na Amadora e conhecemo-nos em Lisboa, num convívio de amigos. E posso dizer que foi amor à primeira vista! O Starbucks surgiu nas nossas vidas como o lugar de eleição para namorar, conversar, rir, descansar… Enfim, o nosso cantinho onde sabíamos que iríamos saborear de um excelente cappuccino mas ao mesmo tempo apreciar a companhia um do outro no final de um dia de trabalho.»

E foi então que chegou o dia do pedido – que aconteceu… no Starbucks, claro. «Eram dois cappuccinos, mas um deles trazia lá dentro apenas o anel e na parte de fora o pedido de casamento. Estava muito giro! Nós recriámos essa situação na sessão de solteiros.»

Fomos fotografados pelo Pedro Taborda e podemos dizer que a sessão não podia ter corrido melhor! O resultado final superou as nossas expectativas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As e-sessions são, de facto, um factor importante no processo de escolha dos fotógrafos do vosso casamento. Mesmo que já tenham decidido, não saltem essa parte. Para além de serem memórias acrescida, é uma oportunidade de ouro para interagirem com os profissionais que estarão encarregues de registar o dia do vosso casamento. Ganha-se à vontade e descontracção, que serão essenciais no grande dia; afinam-se vontades e expectativas; e, de repente, já vocês tratam as câmaras por tu e já elas vos conhecem de cor, de modo que tudo flui com muito mais naturalidade.

Vejam também outros trabalhos do Pedro Taborda já aqui publicados e falem com ele: o fotógrafo e a sua equipa querem muito surpreender-vos.

Marta Ramos

Organic bridal inspiration, parte II

Lembram-se da primeira parte desta sessão? De imagens mais íntimas, passamos hoje às luzes da ribalta, à exaltação do vestido de noiva – que foi o ponto de partida deste trabalho – no cenário luxuriante da Casa Grande do Fontão, em Ponte de Lima. As imagens (e a ideia) pertencem à Lounge Fotografia, e a Histórias com Alma assina o styling e a decoração:

«A ideia era desenhar algo muito natural e orgânico, mas ao mesmo tempo elegante e simples, em concordância com os espaços naturais e intemporais da Casa Grande do Fontão. Optámos por uma paleta de cores intemporal e característica de 2017: verde e branco. Trouxemos a oliveira para o cenário indoor (para trazer o verde do exterior para o interior), e guardámos as flores mais delicadas e orgânicas (ranúnculos e helleborus) para a mesa. Introduzimos também elementos decorativos pretos e dourados, com linhas modernas e elegantes, de modo a contrastar com o rústico da mesa e cadeiras.»

O concelho de Ponte de Lima é rico em solares com histórias seculares. A Casa Grande do Fontão é um belo exemplo disso. Sabe-se que pertenceu à Casa de Bertiandos durante mais de duzentos anos, unindo-se ao Solar de Bertiandos através de um casamento que lá se celebrou, em 1763.

Hoje, o Solar da Casa Grande do Fontão, com os seus jardins românticos e tão inspiradores, é gerido pelas Histórias com Alma, voltando a ser cenário de celebrações e a fazer parte das memórias mais felizes de quem por lá passa.

Houve mais gente de bom gosto a contribuir para este belo resultado, como a equipa Jenny Makeup Land. Apreciem as fotos e não deixem de conferir os créditos listados no final do artigo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Créditos:

 

fotografia: Lounge Fotografia

vídeo: Um dia de sonho

styling e decoração: Histórias com Alma

cabelo e maquilhagem: Jenny Makeup Land

headpiece: Wildwood flower

vestido: Manuela Noivas

espaço: Casa Grande do Fontão

modelo: Ailiny – Best Models

Marta Ramos

Ericeira no coração, por Rodrigo Silva Photography

O Rodrigo Silva escolheu ser fotógrafo de casamentos porque acredita no casamento. Não apenas como um símbolo de união, mas como uma expressão de sentimentos entre duas pessoas que se amam.

Gosto de fotografar casamentos pela motivação que me dá conhecer novas pessoas, com as suas histórias únicas de amor e relacionamento. É um privilégio para mim poder contar essas histórias.

O mundo é dos românticos – é uma teoria que eu defendo com unhas e dentes. E aqui está um exemplo de romântico incurável que decidiu fazer da sua paixão profissão – porque acredita no ‘felizes para sempre’.

As suas imagens relatam contos de fadas da vida real e um ingrediente que nunca falta nos seus registos são as emoções. Fortes, bem fortes! Num estilo natural e descontraído, fotografa casamentos procurando alcançar o equilíbrio perfeito entre a personalidade dos noivos e a sua noção estética. E onde estes dois mundos se encontram, a magia acontece…

Hoje, o Rodrigo leva-nos a passear com a Elina e o Felix, que vieram visitar a Ericeira em Agosto deste ano. A Elina é do Chipre e o Felix, da Rússia; e quando chegaram a Portugal apaixonaram-se tão perdidamente pelo nosso país que quiseram imortalizar a viagem numa sessão fotográfica.
Nós compreendemos, não é? E é certo que a Ericeira tem sido mais falada, ultimamente, pelas ondas (é Reserva Mundial de Surf desde 2011), mas a vila é muito mais do que isto. É boa mesa, ruas pitorescas, maresia no ar, pastelaria deliciosa, cestaria que dá vontade de levar para casa aos molhos, história e e gente com vagar para parar no seu caminho diário e espreitar o mar uma, duas, várias vezes ao dia. Porque podem!

Vamos dar uma volta?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vejam mais trabalhos deste nosso fornecedor seleccionado: sessões fotográficas free spiritcasamentos com atmosfera vintagee-sessions à beira-mar…  diferentes pretextos para o Rodrigo apontar a objectiva a uma emoção. E falem com ele: quem sabe se a próxima emoção capturada pela sua câmara não será vossa…

Marta Ramos

Organic bridal inspiration, parte I

Tudo começou com um vestido de noiva. A Marta e o Luís, o casal Lounge Fotografia, apaixonaram-se por um vestido muito delicado e quiseram trabalhar a partir dele. Desafiaram a Ana e o Francisco, o casal Histórias com Alma, a planear uma sessão fotográfica no seu belo espaço da Casa Grande do Fontão, em Ponte de Lima. Conta-nos a Ana:

«A ideia era desenhar algo muito natural e orgânico, mas ao mesmo tempo elegante e simples, em concordância com os espaços naturais e intemporais da Casa Grande do Fontão. Optámos por uma paleta de cores intemporal e característica de 2017: verde e branco. Trouxemos a oliveira para o cenário indoor (para trazer o verde do exterior para o interior), e guardámos as flores mais delicadas e orgânicas (ranúnculos e helleborus) para a mesa. Introduzimos também elementos decorativos pretos e dourados, com linhas modernas e elegantes, de modo a contrastar com o rústico da mesa e cadeiras.»

À festa juntou-se ainda a Jenny Makeup Land e uma mão cheia de outros parceiros com muita pinta (vejam os créditos no final do artigo). Conclusão: o Francisco vestiu duas camisolas em simultâneo, Histórias com Alma e Um dia de sonho, e filmou a sessão. Os Lounge fotografaram. E o resultado traduziu-se em tantas e tão belas imagens, que decidimos apresentar-vos este trabalho em duas partes.

Assim sendo, hoje apreciem o vídeo e a intimidade das fotografias boudoir do dia. E para a semana há mais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Créditos:

 

fotografia: Lounge Fotografia

vídeo: Um dia de sonho

styling e decoração: Histórias com Alma

cabelo e maquilhagem: Jenny Makeup Land

headpiece: Wildwood flower

vestido: Manuela Noivas

espaço: Casa Grande do Fontão

modelo: Ailiny – Best Models

Marta Ramos

Deslumbramento alentejano, por Foto de Sonho

A Lurdes e o Hugo já são nossos conhecidos: aqui há uns tempos partilhámos convosco as imagens do dia do casamento, assinadas por Foto de Sonho. Lembram-se?

Para nós era fundamental que as pessoas que tão generosamente partilharam este dia connosco, se sentissem verdadeiramente parte do dia, e não meros convidados. Era o dia especial da Lurdes e do Hugo, mas para nós este dia, como noivos, só fazia sentido com aquelas pessoas, naquele espaço, em harmonia com o nosso amor.

Vale a pena recordarmos também os conselhos deixados pela Lurdes e pelo Hugo a quem está agora a embarcar na organização do casamento:

«Cada pessoa é uma pessoa. Cada casal é um casal e não há conselhos perfeitos. Para nós foi muito importante sentirmos que estávamos a desfrutar e a partilhar cada momento, desde a organização até ao final do dia. Nervos e preocupações são para serem considerados mas não para serem vividos. Percebem a diferença? No aspecto mais prático do evento, contactem muitos fornecedores e reúnam apenas com os essenciais (5 no máximo dos máximos para cada matéria). A escolha será muito mais clara.

Oiçam, respeitem, mas definam o que querem desde cedo, e se não sabem, não se preocupem, vão descobrir pelo caminho: “Ouve o teu coração. Ele conhece tudo sobre ti, porque onde ele estiver é onde estará o teu tesouro”. E sejam gratos, muito gratos!»

Palavras sábias! Como as que vos entregamos todas as segunda-feiras – não percam.

Hoje trazemos-vos mais memórias fotográficas deste casal, mas anteriores ao casamento. Um passeio pelo deslumbramento da primavera alentejana, capturado pela lente Foto de Sonho.

Contam-nos o Hélio e o Marco: «Uma aventura maravilhosa: seguimos rumo ao Alentejo e lá passámos um dia, pela cidade e os campos de Évora. O primeiro destino, um dos mais emblemáticos monumentos da cidade, a medieval majestosa Catedral de Évora. Pedra em tons de caramelo, a luz difusa dos claustros, que abraça cada sentimento, cada momento. Por vezes vem uma brisa de vento.

O céu dramático muda a luz da tarde, nuvens com texturas que parecem uma verdadeira pintura, e a cidade romântica abraça-nos num ambiente de pura magia.

Adiante seguimos para campos de flores no Alentejo… e aí a aventura continua.»

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

«Para nós esta sessão é simbólica, daqui cresceu uma amizade, e ‘fugimos’ ao conceito habitual de uma mera sessão de duas horas… investimos numa aventura.» Aproveitem e vejam as outras aventuras Foto de Sonho. E depois contactem-nos e comecem a preparar a vossa!

Marta Ramos

Damos as boas-vindas: Arte Magna

As boas-vindas de hoje são dadas à Teresa e ao Dado e à sua Arte Magna.

 

A primeira morada da Arte Magna foi no rés-do-chão de casa dos avós da Teresa, fundada em 1976 pelo seu pai, Jorge Guerreiro, que fotografou várias gerações até Abril de 2011, ano que passou o testemunho à filha, Teresa. Com algum medo, mas com um enorme orgulho, Teresa foi moldando a empresa ao seu estilo. E em 2013 entra em cena Dado Calabresi, com quem agora Teresa Guerreiro partilha a vida e a empresa que é o seu tesouro de família. Juntos (e felizes), Teresa e Dado querem estar ao vosso lado a fotografar (e a viver!) estes momentos especiais com as vossas famílias.

A fotografia é a nossa vida e não há sensação melhor do que criar memórias. Sabermos que o que criarmos se tornará numa herança de família enche os nossos corações e temos a certeza de que a vida não nos poderia ter dado profissão melhor.

A Teresa e o Dado orgulham-se muito de acompanhar quem os escolhe para fotografar o seu casamento e seguir as suas famílias ao longo dos anos. Criar laços com quem deposita tanta confiança no seu trabalho é algo único. Contem-lhes a vossa história – ah, e eles adoram viajar, por isso não hesitem em desafiá-los para vos fotografarem nos confins do mundo!

 

Arte Magna, um fornecedor Simplesmente Branco

 

 

 

 

 

Para mais detalhes, consultem a ficha de fornecedor seleccionado da Arte Magna, onde encontrarão mais informação e todos os contactos. Marquem uma visita, serão muito bem recebidos e poderão apreciar ao vivo algumas das suas belíssimas criações.
E vão acompanhando as nossas publicações sobre o seu trabalho.

 

Teresa e Dado, bem-vindos ao Simplesmente Branco!

Marta Ramos

A luz que há na escuridão, por Diana Nobre

Para todos vocês que têm casamento marcado para 2018, hoje é um bom dia para vos lembrar da regra número um da escolha do vosso fotógrafo: a antecedência! Os melhores profissionais são também os mais concorridos, e no caso dos fornecedores que terão que estar presentes no dia do casamento isso implica que ou vocês fecham a data primeiro, ou alguém o fará no vosso lugar. Seis meses no mínimo, mas um ano dá-vos mais folga.

Há muitos bons fotógrafos a trabalhar em Portugal, é um motivo de orgulho para nós – só aqui na nossa lista de fornecedores seleccionados encontrarão mais de 30 fichas para analisar. Então, a questão que se coloca agora é: como escolher? Comecem por anotar os nomes que vos agradam e tomem notas para cada um deles. Lembrem-se de que a palavra-chave aqui é afunilar, por isso qualquer coisa que vos desagrade deve empurrar o nome correspondente para o fim da lista.  Não deixem de ler o nosso artigo de wise words dedicado a ajudar-vos a escolher os fotógrafos e videógrafos perfeitos para o vosso dia, encontrarão lá coordenadas extremamente úteis.

A qualidade do trabalho dos fotógrafos que vocês escolherem deve ser, claro, um argumento de topo; mas valorizem igualmente a qualidade do atendimento. Se, quando começarem a contactar os vossos preferidos, se sentirem acarinhados, ouvidos, respeitados, certamente que o vosso casamento será fotografado na mesma medida.

Posto isto… descontraiam! Sim, é possível. Comecem já a praticar com estas belíssimas imagens, tão escuras e tão iluminadas, assinadas pela fotógrafa Diana Nobre.

 

 

 

 

Escolhi ser fotógrafa de casamentos porque sou muito sensitiva, adoro captar emoções, tudo que nos causa sensações.

Diana Nobre fotografa para expressar todas as emoções, sentimentos e estados de espírito. Daí que se sinta privilegiada a cada casal que lhe dá a conhecer a sua história. Nessas histórias que capta, o seu objectivo, o seu maior desafio, é chegar a um resultado final que permita reviver todos aqueles sentimentos genuíno, puros, de duas pessoas que se amam e que estão tremendamente felizes.

Vejam aqui outros trabalhos da Diana Nobre já publicados por nós e falem com ela; a Diana nunca perde a oportunidade de captar uma boa história.