Created with Sketch.
Marta Ramos

Wise words: Como escolher os profissionais de fotografia e vídeo?

A fotografia e o vídeo serão das primeiras alíneas que quererão ver resolvidas na checklist de organização do vosso casamento. Percebe-se porquê: as imagens que daí resultarem serão as memórias palpáveis que vos ficarão para reviver o dia ano após ano, para partilhar com gerações futuras, para construir a história palpável da vossa família e poder contá-la a quem não tenha assistido a todos os episódios. Se vão investir, tanto em dinheiro com em tempo e dedicação, para que todos os detalhes do vosso casamento estejam perfeitos, quererão investir igualmente em guardiões desses detalhes que vos façam brilhar.

Há muitos bons profissionais da imagem a trabalhar em Portugal, é um motivo de orgulho para nós – só aqui na nossa lista de fornecedores seleccionados encontrarão mais de 50 fichas para analisar. Então, a questão que se coloca agora é: como escolher?

Para que possam desfrutar verdadeiramente do prazer de revisitar e de partilhar este breve dia um ano, dez anos, vinte anos depois, com a mesma emoção à flor da pele, recomendamos que escolham com o coração e a razão. – Queres casar comigo?

Para nos ajudar a compor este artigo, pedimos algumas dicas ao Luís e à Marta da Lounge Fotografia – e. claro, as belas imagens que as acompanham.

 

 

 

 

Para começar, a antecedência! Os melhores profissionais são também os mais concorridos, e no caso dos fornecedores que terão que estar presentes no dia do casamento isso implica que ou vocês fecham a data primeiro, ou alguém o fará no vosso lugar. Seis meses no mínimo, mas um ano dá-vos mais folga. Comecem por analisar os vossos sites de referência com descontracção. Vão anotando os nomes que vos agradam e tomem notas para cada um deles. Lembrem-se de que a palavra-chave aqui é afunilar, por isso qualquer coisa que vos desagrade deve empurrar o nome correspondente para o fim da lista.

Lembra-nos a Lounge de que «muitas vezes as pessoas acham que os fotógrafos são todos iguais, e não são! Há estilos muito próprios, posturas diferentes, níveis de experiência diferentes.» Então, depois de verem e reverem os trabalhos dos vossos candidatos online, e depois de ordenarem e reordenarem a lista de preferências, peguem nos cinco primeiros nomes de fotografia e de vídeo e arrumem os restantes. Contactem o top 3 – com um email personalizado, simpático e já com muita informação relevante, para agilizar o processo. As respostas que receberem também vos ajudarão a confirmar se estão no caminho certo. É uma coisa que se sente, se a pessoa do lado de lá está verdadeiramente sintonizada convosco ou não. Próximo passo: agendar reuniões presenciais.

 

 

 

 

Levem uma listinha de assuntos essenciais convosco – não se preocupem que o Luís e a Marta ajudaram-nos a prepará-la para vocês:

. ver, pelo menos, um álbum/filme completo de um casamento (uma coisa é agrupar imagens fantásticas, outra contar a história inteira do dia com graça);

. confirmar quais são os membros da equipa a estar presentes no vosso casamento;

. acertar quais os graus de interferência no dia que são confortáveis para ambas as partes (pausas para sessões a dois, fotos de grupo, etc.);

. alinhar as fotografias que não podem faltar (dependendo da vossa vontade, claro, poderão ser fotos com os pais, com os avós, com os amigos – sejam quais forem as vossas escolhas, ponham-nas desde logo por escrito) e nomear um mestre de cerimónias, ou seja, o vosso braço direito que, no dia, ajudará os fotógrafos e videógrafos a encontrar as pessoas certas para as fotografias solicitadas, sem que tenham que ser vocês a preocupar-se com isso;

. definir bem prazos de entrega das fotos e do álbum final, e de vídeos highlights + filme completo;

. clarificar se os valores finais incluem IVA.

Se acham que se identificam com o trabalho apresentado mas resta ainda alguma dúvida, agendem uma sessão de noivado. É a melhor ocasião para quebrar o gelo e verem a forma de estar dos fotógrafos/videógrafos: se são descontraídos, afáveis, divertidos, se vos fazem rir, se vos direccionam muito ou pouco. E, no final, sentir se há magia nas imagens entregues! – Lounge

As e-sessions são, de facto, um factor importante neste processo. Mesmo que já tenham decidido, não saltem essa parte. Para além de serem memórias acrescida, é uma oportunidade de ouro para interagirem com os fotógrafos e videógrafos que estarão encarregues de registar o dia do vosso casamento. Ganha-se à vontade e descontração, que serão essenciais no grande dia; afinam-se vontades e expectativas; e, de repente, já vocês tratam as câmaras por tu e já elas vos conhecem de cor, de modo que tudo flui com muito mais naturalidade.

 

 

 

 

Este é o vosso dia. Gravem-no nos sentidos, da forma mais doce; e em imagens, da forma mais profissional. – Queres casar comigo?

Ora bem, então, recapitulemos. Analisem a oferta com antecedência e, na hora do aperto de mão, não descurem o contrato – leiam e confirmem cada detalhe. Desistam de quem não vos responde em tempo útil, ou o faz de modo pouco profissional, evasivo ou invasivo – e confiem no vosso instinto, dêem relevância à empatia, já que no dia do casamento vocês vão precisar de sentir que estão todos na mesma equipa. Certifiquem-se de que o profissional que estará presente no vosso casamento é mesmo aquele que vocês preferem, quando se trata de empresas com equipas grandes. Confiem nas dicas dos profissionais mas não se esqueçam de que a última palavra tem que ser a vossa. Se sentirem que de lado de lá estão a puxar numa direcção que vai contra a vossa natureza, acreditem, não vai resultar. A qualidade do trabalho dos fotógrafos e videógrafos que vocês escolherem deve ser, claro, um argumento de topo; mas valorizem igualmente a qualidade do atendimento. Se se sentirem acarinhados, certamente que o vosso casamento será filmado e fotografado na mesma medida.

Posto isto, a palavra final é… descontraiam! Sim, é possível. Vivam o vosso dia plenamente, sintam cada instante, saboreiem cada emoção, cada gargalhada. E depois deleitem-se com as imagens.

 

Agora, peguem nestas wise words e comecem já a pô-las em prática, passando a pente fino a nossa selecção de fornecedores de fotografia e de vídeo. Têm muito trabalho pela frente, é verdade: mas o resultado final será garantidamente espectacular.
As fotos deste artigo são assinadas pelo nosso fornecedor seleccionado Lounge Fotografia.
Sobram dúvidas? Falem connosco, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar todos os artigos de wise words que vamos publicando, sempre à segunda-feira.

Marta Ramos

We are everything, you and me – por Pixel

Na última vez que vos trouxe aqui um vídeo da Pixel, falei-vos da sensação de intimidade conseguida no filme, que nos sugeria poder tratar-se de um romântico elopement. Não era o caso da Emily e do Sérgio. Mas hoje mostro-vos um verdadeiro elopement, uma escapadinha a dois com a tão apaixonante urgência de dar o nó sem esperar. Apertem os cintos, pois vamos voar até Nova Iorque.

Como sempre, a câmara da Pixel trata o casal como se nada mais à sua volta existisse no mundo, de uma maneira muito intensa. A Pixel é a expressão documental da imensa paixão que o Zé, a Luísa e o João têm pelo cinema em particular, e pelas artes em geral. Acreditam que as histórias não se repetem e que nenhum detalhe é pequeno demais para ser documentado, pelo contrário, inúmeras vezes são estes que tornam as histórias únicas e irrepetíveis. Com base nesta crença, tentam conferir aos seus trabalhos uma linguagem despretensiosa, emocionalmente e visualmente carregadas e com uma profunda atenção ao pormenor.

A Maria João e o Afonso conheceram-se em Nova Iorque e a ideia inicial seria registá-los na Big Apple, numa sessão filmada pela Pixel. Com tudo combinado, rumaram aos Estados Unidos. Acontece que o Afonso já tinha outra coisa em mente, e aproveitou a oportunidade para pedir a Maria João em casamento, em directo para a câmara. O elopement foi assim gravado para a posteridade.

 

 

Não deixem de espreitar os outros trabalhos dos Pixel que já aqui publicámos. Para falarem com eles, encontrarão todos os contactos na respectiva ficha de fornecedor seleccionado.

Marta Ramos

A lovely day to be caught in the rain, por Feel Creations

«Isn’t this a lovely day to be caught in the rain?», cantam Ella Fitzgerald e Louis Armstrong num dos seus sublimes duetos. Ver este filme da Feel Creations deixou-me a cantar esta canção ininterruptamente – e só lhes posso agradecer por isso, que melhor banda sonora para um dia feriado e chuvoso como o de hoje?

Escutemos o seu relato deste lovely day: «O dia começou num rebuliço. Quando chegámos a casa da Margarete, a mãe não escondia o nervosismo. Subia e descia as escadas de forma constante, fazendo tremer a casa. Assim que entrámos no quarto da noiva, reparámos na estante, que enchia o ambiente de lombadas coloridas. Revelou ser fã da cultura japonesa. E isso era notório – tanto pelo facto de ter a colecção de Samurai X, como por ter decorado o casamento com figuras origami. O noivo, escapando-se à azáfama, vestiu-se no Hotel Fénix, mesmo no coração do Porto. A família chegou pouco depois, acompanhando o noivo até ao Mosteiro do Pedroso, onde aconteceu a cerimónia. À saída esperavam-nos as tunas da Universidade de Beira Interior que, de surpresa, estenderam as capas no chão para receber os noivos e lhes cantaram as músicas que outrora dançaram. Os noivos, entusiasmados, acompanharam. Foi uma festa. Apesar da chuva ter ameaçado desde cedo, só se manifestou a meio da tarde.»

A Margarete e o Miguel escolheram outros dois fornecedores Simplesmente Branco para dar forma ao seu dia: o design floral esteve a cargo de Isabel Castro Freitas e a maquilhagem foi assinada por Jenny Make-up Land. Só boas escolhas para um resultado muito feliz.

 

 

Créditos:

 

espaço: Quinta do Rio
vestido da noiva: Pronovias
fato do noivo: Miguel Vieira
design floral: Isabel Castro Freitas
maquilhagem: Jenny Make-up Land
design gráfico: Kitschnet

 

Não deixem de consultar as duas fichas de fornecedor seleccionado da Feel Creations para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho: a de vídeo e também a de fotografia. E acompanhem os artigos que vamos publicando acerca deste talentoso quarteto.

Marta Ramos

Um casamento ao pôr-do-sol, por Vanessa & Ivo

Não há como o Alentejo para nos transmitir esta sensação de evasão mágica. A dupla Vanessa & Ivo traz-nos hoje um filme muito doce e muito dourado, com o dia do casamento da Madalena e do Diogo, pontuado pela simplicidade e pela elegância dos detalhes.

«A Madalena e o Diogo contrataram-nos a dois dias do seu casamento. Sim, dois dias! Uma semana antes, aperceberam-se de que o seu casamento descontraído, ao pôr-do-sol do Alentejo, iria ser tão bonito que tinha de ficar eternizado. Felizmente uma amiga em comum (a Francisca, da dupla Cheias de Graça) falou-lhe em nós – e um dos únicos dias disponíveis na nossa agenda foi preenchido com esta cerimónia tão especial.»

Mais do que um casamento, queremos uma festa com os nossos amigos e família. Uma festa onde todos estejamos à vontade e tenhamos tempo para estar juntos, matar saudades de quem vem de longe e contar histórias sob o céu estrelado do Alentejo. – Madalena & Diogo

 

Créditos:

 

fotografia e vídeo: Vanessa & Ivo
espaço: Pé no Monte
vestido da noiva: Filipe Faísca
sapatos da noiva: Schutz
fato do noivo: Affari
sapatos do noivo: Lisbonense
música: Diogo Tonello Campos – Groove Box
convites e estacionário: Henrique (amigo dos noivos)

 

Vale a pena passearem por todos os trabalhos que já vos mostrámos da Vanessa e do Ivo, e ainda lerem a entrevista que o casal deu à Susana aqui há uns tempos. E falem com eles sobre o vosso dia e a forma como gostariam de ver a vossa história eternizada.

Marta Ramos

12 anos depois, por Love Clips

A Cádia e o Tiago casaram em Setembro do ano passado no magnífico cenário da Tapada de Mafra. Se não conhecem, vale bem a pena o passeio. São 1187 hectares de natureza luxuriante. A Tapada de Mafra foi criada em 1747, no reinado de D. João V, na sequência da construção do contíguo Palácio de Mafra. E sobre esta construção e este período da história, ninguém escreveu melhor do que José Saramago, no Memorial do Convento. Um livro belíssiomo (e uma história de amor daquelas que nunca mais se esquecem).

Bem, mas voltando à nossa história de amor de hoje: uma das características deste casamento foi o facto de ter ocorrido ao fim de 12 anos de namoro (daí podermos ver alguns ‘finalmente!’ no vídeo!). A Cádia e o Tiago conheceram a Elsa e o Adelino, da Love Clips, no casamento de uns amigos, e escolheram-nos para filmar o seu grande dia, uma vez que criaram todos uma empatia imediata.

A Love Clips conta histórias sem poses nem guião. Capturam momentos autênticos e verdadeiros, repletos de emoções e sentimentos. Querem imagens que fiquem para sempre, e transformam-nas em histórias únicas. Porque cada casal é igualmente único, cada detalhe, cada sorriso, cada lágrima, cada olhar é captado com minúcia e dedicação. E é para eles um privilégio poder assistir de perto a esses momentos num dia tão especial.

A festa foi animada, com toda a gente, de todas as gerações, a participar entusiasticamente nas danças e nas comemorações. Porque o amor é sempre um bom motivo para celebrar!

 

 

Para conhecerem melhor o trabalho de Adelino Nogueira e Elsa Moita, consultem a ficha de fornecedor Love Clips. E falem com eles, eles adoram captar emoções reais e estão à espera de conhecer a vossa história.

Marta Ramos

Damos as boas-vindas: Feel Creations – Wedding Photo & Film!

As boas-vindas de hoje são dadas ao Bruno, à Marta, ao Bernardo e ao Luís – e à Feel Creations – Wedding Photo & Film!

 

A Feel Creations é formada por uma equipa de profissionais qualificados em que a principal metodologia resgata os princípios da fotografia e cinema documental, partindo da observação criativa das pessoas e do meio. A abordagem é pontuada por uma especial atenção ao detalhe e às micro-narrativas individuais, colocando as pessoas no centro do seu trabalho, na procura dos gestos e emoções do dia. Garantem um trabalho de qualidade, feito com dedicação e energia.

Escolheram trabalhar na área dos casamentos «pela dinâmica e exigência do dia e por um casamento ser um autêntico laboratório de emoções, onde aplicamos a nossa destreza e sagacidade do olhar. Os casamentos são o contexto ideal para celebrar as pessoas, e nós consideramos que são as peças fundamentais do nosso trabalho. É com elas que trabalhamos e com elas que queremos crescer como profissionais.»
E orgulham-se de fazer dos clientes amigos.

 

boas-vindas Feel Creations

 

 

 

 

Não deixem de consultar as duas fichas de fornecedor seleccionado  da Feel Creations, a de fotografia e a de vídeo, para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho.

 

Bruno, Marta, Bernardo e Luís, bem-vindos ao Simplesmente Branco!

Marta Ramos

Damos as boas-vindas: Sublime Films!

As boas-vindas de hoje são dadas à Marta e ao Rui e à sua Sublime Films!

 

No dia do vosso casamento, a Marta e o Rui – a dupla Sublime Films – tentarão ser o mais discretos possível. Gostam de captar a essência, a espontaneidade do momento. Querem acima de tudo que vivam o vosso dia. E que o trabalho deles reflicta o que de melhor aconteceu no dia em que comemoraram o vosso amor: «Consideramos o nosso estilo irreverente, criativo e cheio emoção. Tentamos que as imagens sejam a representação física daquilo que sentem. Captamos os momentos mais importantes, as emoções mais marcantes e transformamos no filme do vosso casamento.»

Chegaram a esta área profissional sem o terem planeado: «Às vezes até pensamos que foi a profissão que nos escolheu. Sempre filmámos vídeos institucionais, videoclipes, etc. e, um dia, por acaso, um amigo pediu-nos para filmarmos um casamento. E agora… cá estamos!» Orgulham-se muito de conseguir construir uma vida a fazer aquilo de que mais gostam e vão procurar inspiração aos filmes que vêem, às publicidades, às viagens que fazem e às pessoas que conhecem.

 

boas-vindas Sublime Films

 

 

 

 

Não deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado da Sublime Films para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho.

 

Marta e Rui, bem-vindos ao Simplesmente Branco!